A Ciência atua do muito pequeno ao muito grande.

A Ciência atua do muito pequeno ao muito grande.

Seja Bem-Vindo

Este blog é de conteúdo totalmente científico e educativo. É constituído por artigos científicos ou relacionados à variados campos do saber (como política, filosofia ou sociologia, entre outros) que têm como objetivo a divulgação do conhecimento.


"O poder da humanidade que criou este imenso campo do saber há de ter forças para levá-lo ao bom caminho". (Bertrand Russel, filósofo e matemático inglês do século XX)



quinta-feira, 8 de abril de 2010

Paleontologia: Descobrindo Dinossauros







Nos anos de 1820, a paleontogista inglesa Mary Anning (1799-1847) começou uma carreira como coletora profissional de fósseis nas praias de Lyme Regis, na Inglaterra. Anning forneceu material para os maiores cientistas do período e, durante sua carreira, descobriu fósseis de Plessiossauro, de Ichthyossauro e do primeiro Pterossauro na Grã Bretanha. No ano de 1842, o biólogo anatomista e paleontologista britânico Richard Owen (1804-1892) inventou o termo "dinosauria" para descrever o Megalossauro, Iguanodon e Hylaeossauro, encontrados na época.


Em 1860, 1861 e 1877, os fósseis de uma pena e de dois pássaros foram descobertos na mesma pedreira jurássica em Solnhofen, na Alemanha. O pássaro foi denominado Archaeopteryx e parecia ser uma forma transitória entre dinossauro e pássaro.



O Primeiro Dinossauro

  • Fósseis de uma mandíbula e dentes foram encontrados em Oxfordshire, na Inglaterra, por volta de 1815.


  • O geólogo e paleontólogo britânico William Buckland (1784-1856), da Oxford University, estudou os fósseis que ele deduziu serem de um réptil grande e carnívoro.

  • Em 1822, o colega de Buckland, o geólogo, paleontólogo e ativista político James Parkinson (1755-1824), nomeou a criatura de Megalossauro (grande lagarto).

Nenhum comentário:

Postar um comentário